INÍCIO DA PRODUÇÃO COMERCIAL DA CESSÃO ONEROSA ESTÁ PROGRAMADA PARA 2018

Fonte: Petronotícias
O & G
09/11/2017

A Petrobras declarou nesta segunda-feira (6/11) que o início da produção comercial da cessão onerosa será no primeiro semestre de 2018. O contrato das áreas foi assinado com a União em 2010 e dá a estatal o direito de produzir até 5 bilhões de barris de óleo equivalente.

A empresa, porém, afirmou também que os volumes excedentes da região podem ser menores que as estimativas apontadas na última semana pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). De acordo com o órgão regulador, existe uma maior probabilidade de que as reservas excedentes da cessão onerosa totalizem cerca de 6 bilhões de barris.

A companhia explicou que contratou a elaboração de laudo junto à DeGolyer and MacNaughton, que “foi preparado visando a quantificação dos fluxos de caixa das áreas da Cessão Onerosa, para suportar a valoração dos 5 bilhões de barris contratados, e não aborda cenários de volumes excedentes”. Mesmo assim, a empresa disse que, baseando-se no grande volume de dados que adquiriu, fez suas próprias estimativas dos volumes excedentes, e elas são menores que as divulgadas pela ANP.

“A Petrobras considera que a existência de volumes excedentes nas áreas sob Cessão Onerosa constitui oportunidade para ambas as partes, Governo e Petrobrás, construírem um acordo relacionado ao ressarcimento à Petrobras no processo de Revisão do Contrato”, declarou a petroleira. A companhia anunciou ainda que um relatório, também da DeGolyer and MacNaughton, estará disponível em aproximadamente 30 dias e servirá para a empresa complementar “sua avaliação acerca desses volumes”.

Voltar para notícias